Olá super coach!

 

Antes de mais, os meus parabéns por seres um profissional que procura a evolução constante e que sabe a importância do autodesenvolvimento para o sucesso dos processos que acompanha.

Olá super coach!

 

Antes de mais, os meus parabéns por seres um profissional que procura a evolução constante e que sabe a importância do autodesenvolvimento para o sucesso dos processos que acompanha.

Como costumo dizer, toda a gente precisa de um Coach, até um Coach precisa de um Coach. Causa-me alguma tristeza conversar com coaches que nunca fizeram um único processo de coaching, ou que fizeram “um processo no início, quando fiz o curso” como costumam dizer.

 

Para mim um coach deve ser um exemplo e quando digo isto, não estou a afirmar que um coach não pode ter problemas, dificuldades, “cascas de banana”, nada disso. O que quero dizer é que um coach deve ser um exemplo de evolução e desenvolvimento pessoal. Deve estar empenhado a conhecer essas suas dificuldades e “cascas de banana” e compreender que é nesse processo que se irá tornar um melhor ser humano e cada vez mais preparado para ajudar outras pessoas.

 

Eu própria, todos os anos faço um processo de coaching com algum colega, já fiz vários processos de supervisão com coaches mais experientes e psicólogos, e há anos que faço psicoterapia. Sim, é um investimento significativo, mas ao mesmo tempo sinto que é a minha obrigação como profissional cuja função é ajudar outros seres humanos.

Como costumo dizer, toda a gente precisa de um Coach, até um Coach precisa de um Coach. Causa-me alguma tristeza conversar com coaches que nunca fizeram um único processo de coaching, ou que fizeram “um processo no início, quando fiz o curso” como costumam dizer.

 

Para mim um coach deve ser um exemplo e quando digo isto, não estou a afirmar que um coach não pode ter problemas, dificuldades, “cascas de banana”, nada disso. O que quero dizer é que um coach deve ser um exemplo de evolução e desenvolvimento pessoal. Deve estar empenhado a conhecer essas suas dificuldades e “cascas de banana” e compreender que é nesse processo que se irá tornar um melhor ser humano e cada vez mais preparado para ajudar outras pessoas.

 

Eu própria, todos os anos faço um processo de coaching com algum colega, já fiz vários processos de supervisão com coaches mais experientes e psicólogos, e há anos que faço psicoterapia. Sim, é um investimento significativo, mas ao mesmo tempo sinto que é a minha obrigação como profissional cuja função é ajudar outros seres humanos.

Em qualquer percurso como coach, chega um momento em que não é mais um livro de técnicas de coaching que me vai ajudar a ser melhor coach, mas sim a minha evolução de nível de consciência. Por isso, acho que a primeira coisa que impede alguns coaches de conseguirem abraçar a carreira com êxito é precisamente não continuarem a evoluir como profissionais e como pessoas. Pararem de estudar, de se questionar, de procurar ajuda profissional e acharem que já sabem tudo. Felizmente, por estares aqui nesta página, acredito que não fazes parte deste grupo.

 

Viver a vida como Coach não é tarefa fácil, é muito, muito bom, mas não é fácil. É preciso trabalhar muito, muito tempo e de forma consistente. Para viver a vida com o Coaching é preciso ser um exemplo de constante evolução, acreditar que estamos a fazer a coisa certa, sermos coerentes com aquilo que defendemos (ou seja, a nossa vida ser uma representação daquilo que ensinamos aos nossos clientes) e trabalhar … trabalhar muito. Preparado?

 

Então, vemo-nos em breve na tua Sessão Inicial de Supervisão e Mentoria!

Um abraço, Joana

Em qualquer percurso como coach, chega um momento em que não é mais um livro de técnicas de coaching que me vai ajudar a ser melhor coach, mas sim a minha evolução de nível de consciência. Por isso, acho que a primeira coisa que impede alguns coaches de conseguirem abraçar a carreira com êxito é precisamente não continuarem a evoluir como profissionais e como pessoas. Pararem de estudar, de se questionar, de procurar ajuda profissional e acharem que já sabem tudo. Felizmente, por estares aqui nesta página, acredito que não fazes parte deste grupo.

 

Viver a vida como Coach não é tarefa fácil, é muito, muito bom, mas não é fácil. É preciso trabalhar muito, muito tempo e de forma consistente. Para viver a vida com o Coaching é preciso ser um exemplo de constante evolução, acreditar que estamos a fazer a coisa certa, sermos coerentes com aquilo que defendemos (ou seja, a nossa vida ser uma representação daquilo que ensinamos aos nossos clientes) e trabalhar … trabalhar muito. Preparado?

 

Então, vemo-nos em breve na tua Sessão Inicial de Supervisão e Mentoria!

Um abraço, Joana

As sessões de Supervisão ou Mentoria com a Joana ajudam-te:
1. Na parte técnica do teu trabalho para melhorares a tua performance como Coach e ainda;
2. Na parte prática do teu negócio para conseguires encher a tua agenda de clientes e viveres a vida exclusivamente desta atividade.

 

Atenção que para este segundo serviço (Mentoria do negócio de coaching) a Joana só trabalha com Coaches que já tenham dado pelo menos 100 sessões de coaching. Isto acontece porque, já que a Joana te vai ajudar a vender os teus serviços, então temos de garantir que o teu trabalho como Coach já tem uma qualidade mínima.

 

Para além disso, a Joana assume à partida que irás ajudar muitas pessoas com o teu trabalho, de forma íntegra e ética, contribuindo para os seus resultados e para o seu progresso. Se não for este o teu caso, por favor não envies email para nós.

 

Se pretendes ter e manter comportamentos positivos e ecológicos e contribuir para o sucesso dos teus clientes e de todas as pessoas que te rodeiam, envia um email para coach@joanaareias.com a dizer:

 

“Eu quero marcar uma Sessão Inicial de Supervisão e Mentoring com a Joana Areias”

 

A Joana irá responder-te pessoalmente a explicar todos os pormenores.

As sessões de Supervisão ou Mentoria com a Joana ajudam-te:
1. Na parte técnica do teu trabalho para melhorares a tua performance como Coach e ainda;
2. Na parte prática do teu negócio para conseguires encher a tua agenda de clientes e viveres a vida exclusivamente desta atividade.

 

Atenção que para este segundo serviço (Mentoria do negócio de coaching) a Joana só trabalha com Coaches que já tenham dado pelo menos 100 sessões de coaching. Isto acontece porque, já que a Joana te vai ajudar a vender os teus serviços, então temos de garantir que o teu trabalho como Coach já tem uma qualidade mínima.

 

Para além disso, a Joana assume à partida que irás ajudar muitas pessoas com o teu trabalho, de forma íntegra e ética, contribuindo para os seus resultados e para o seu progresso. Se não for este o teu caso, por favor não envies email para nós.

 

Se pretendes ter e manter comportamentos positivos e ecológicos e contribuir para o sucesso dos teus clientes e de todas as pessoas que te rodeiam, envia um email para coach@joanaareias.com a dizer:

 

“Eu quero marcar uma Sessão Inicial de Supervisão e Mentoring com a Joana Areias”

 

A Joana irá responder-te pessoalmente a explicar todos os pormenores.