Os 3 passos para criar um trabalho de sonho – Artigo publicado na Revista Zen Energy, Dez 2014

O que é um trabalho de sonho afinal?

 

É muito simples … Para poder identificar um trabalho de sonho este deve corresponder a 3 passos essenciais.

O 1º passo diz respeito ao Propósito de Vida, ou seja, o trabalho de sonho tem de estar alinhado com algo maior que nós, algo que contribui para a evolução das outras pessoas, da comunidade, do universo e que vai ficar cá mesmo quando já não estivermos.

O propósito de vida não se altera ao longo da nossa vida, podemos sim integrar novos propósitos à medida em que vamos tento experiências diferentes na nossa vida. Por exemplo, uma mulher depois de ser mãe pode perceber que para além do seu propósito (por exemplo, de contribuir para a saúde de outras pessoas), quer agora ajudar crianças de famílias carenciadas e esse desejo surgiu da experiência transformadora de ter gerado vida. No entanto, e apesar de podermos desenvolver novos propósitos ao longo da vida como consequência de experiências transformadoras, o propósito de vida é algo que está completamente alinhado com a marca e o legado que queremos deixar no mundo. Essa marca está intimamente relacionada com tudo aquilo que nos caracteriza, os nossos valores, as nossas experiências, o nosso tipo psicológico e por isso é vivido de forma única em cada pessoa. Portanto, para que um trabalho seja um contributo ativo para a realização pessoal e significado de vida de alguém, deve estar alinhado com este propósito.

Sugestão … Responda a estas questões:

Como gostaria de deixar este mundo? Que contributo gostaria de dar à sua comunidade? O que gostaria que as pessoas dissessem sobre o seu impacto na vida delas?

 

O 2º passo que carateriza um trabalho de sonho é o Veículo que utilizamos para dar asas a esse propósito.

Alguém que encontre significado para a sua vida a inspirar outras pessoas a serem mais realizadas pode fazê-lo de um “sem número” de maneiras diferentes. Pode dar formação, pode escrever livros, pode servir almoços divinais na cantina, pode restaurar móveis e decorar casas, pode tomar conta de idosos ou cantar no coro da igreja. As opções são infinitas mas muito relevantes na criação do trabalho de sonho, isto porque aquilo que é um veiculo inspirador para uma pessoa poderá ser um veiculo aterrador para outra. O que isto quer dizer é que um carpinteiro e um varredor de rua podem ter o mesmo propósito de vida de ajudar a proporcionar experiências agradáveis e momentos felizes na vida das outras pessoas. No entanto, a forma como o fazem é totalmente distinta. É por esse motivo que, para ter um trabalho de sonho, não basta conhecer o seu propósito, é necessário também que descubra o veiculo pelo qual terá verdadeiro prazer a colocá-lo em prática. Mais uma vez, aquilo que nos faz optar por um veiculo em detrimento de outro está relacionado de forma singular com as nossas características pessoais. O percurso para descobrir o veiculo com que se identifica passa por ter muitas e muitas experiências. Ir a cursos, ler livros, conhecer novas pessoas, tudo para que aumente o seu leque de possibilidades e conheça mais opções de formas de colocar o seu propósito de vida em prática. Este é um trabalho exaustivo mas que vai trazer-lhe frutos maravilhosos.

Sugestão:

Pegue nas respostas que deu na sugestão anterior. Depois faça uma lista de ideias sobre como poderia colocar esse propósito em prática, ou seja, uma lista de possibilidades de atividades, de trabalhos ou de negócios que pudessem servir de veiculo para esse propósito. Se não encontrar nenhuma que a inspire, faça uma pesquisa online de cursos, palestras, workshops e inscreva-se em algumas dessas experiências para alargar o seu leque de possibilidades de veículos.

 

O 3º passo está relacionado com o Contexto.

O que isto quer dizer é que, mesmo que saiba qual é o seu propósito e que escolha um veículo inspirador que o faça viver esse propósito, se não estiver a trabalhar num contexto que esteja alinhado com aquilo que acredita, com os seus valores e com a pessoa que é, não vai estar realmente satisfeito e esse não será de todo um trabalho de sonho para si. Faz sentido?

Por exemplo, vamos supor que o seu Propósito é “Criar momentos de alegria a crianças” e que encontrou um Veículo perfeitamente alinhado com isso e portanto trabalha na melhor empresa que oferece festas para crianças. Poderíamos partir do principio que estaria satisfeito, se não existisse este último critério… Agora imagine que esta empresa valorizava determinadas normas as quais considerava fundamentais, mas que não estavam alinhadas com os valores pessoais fundamentais para si. Vamos supor que alguns dos seus valores pessoais mais importantes são a criatividade e a liberdade e a empresa exige que faça sempre as mesmas brincadeiras, sempre os mesmos jogos, que vista sempre uma farda monótona, que traga sempre os mesmos materiais, que faça os jogos durante um determinado período de tempo e que depois da festa faça um relatório de 3 páginas acerca de tudo o que foi realizado nessa atividade. É possível que comece a sentir que está a viver de uma forma que não está alinhada com a pessoa que é e comece a sentir-se insatisfeita. Não estamos aqui a discutir a legitimidade da empresa em exigir esses requisitos, nem mesmo a sua importância, estamos apenas a tomar consciência que pessoas diferentes valorizam coisas diferentes e que algumas coisas exigidas no seu local de trabalho podem ser consideradas por si completamente castradoras, limitadoras ou mesmo ofensivas. Este critério pode parecer pouco significativo à partida, mas se formos avaliar bem  vamos perceber que o contexto é, na verdade, um dos grandes responsáveis pela insatisfação de muitas pessoas na sua profissão.

Sugestão:

Faça uma descrição detalhada de como deve ser para si o contexto profissional em que gostaria de trabalhar. Quais as suas características essenciais que gostaria de ver valorizadas e com as quais sente que está inteiramente alinhado consigo mesma? Que situações profissionais passadas sentiu que a limitaram e sufocaram e que, por isso, quer evitar de todo no seu trabalho de sonho. No geral, como quer que sejam os seus dias, enquanto exerce esta atividade.

 

Posso garantir-lhe que se colocar em prática este 3 critérios vai criar as condições ideais para exercer o seu trabalho de sonho, sentir-se verdadeiramente realizada e  consequentemente tornar o mundo um local melhor.

 

Até breve.
A sua Coach,
Joana Areias
coach@joanaareias.com

 

Artigo Publicado em Revista Zen Energy de Dez 2014, nº 71, Ano VI

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *