“Eu não quero mesmo isto, pois não?”

“Eu não quero mesmo isto, pois não?”

 

Costuma dizer-se que, se um objetivo não te assusta, não te causa aquele friozinho na barriga, então não é um objetivo suficientemente grande para ti. Já ouviste esta frase alguma vez? Tenho a certeza que sim 🙂

Nos últimos meses dei várias palestras e recebi, na minha sessão, várias novas pessoas e apercebi-me de um fenómeno super interessante. Decidi chamar-lhe o fenómeno de Invalidação. O que é isto da Invalidação?

Na maior parte das vezes nos meus processos de Life Purpose Coaching, ajudar as pessoas a descobrir o seu Propósito de Vida é um processo relativamente simples e cada vez mais rápido. Tenho alguns colegas que me colocam questões acerca de como funciona o meu sistema e aquilo que lhes explico é que a maioria das pessoas só precisa de alguém que lhes diga que podem ser aquilo que querem, que têm autorização para isso e, portanto, que lhes mostre alguma Validação acerca daquilo que ambicionam para a sua vida. Todo o restante processo desenrola-se bastante rapidamente a partir daí e, em poucos meses, a maioria das pessoas já está dedicada à atividade profissional que realmente as realiza. Enfim, independentemente da sua simplicidade, não deixa de ser um processo fascinante 🙂

Mas hoje venho falar-vos do fenómeno contrário … A tal Invalidação…

Percebi que algumas pessoas que me procuram fazem-no na esperança que eu, como especialista, lhes diga que aquilo que ambicionam Não é o seu verdadeiro propósito.

Sim, percebeste bem! Algumas pessoas gostariam que eu lhes dissesse “Esqueça isso!” ou “Isso não dá para si!” ou ainda “Isso não é o que você realmente quer!”. O que elas procuram é que eu invalide o seu sonho, o seu desejo, o seu sentido de propósito.

Deves estar a questionar-te acerca do que levaria alguém a fazer uma coisa dessas, mas não é tão incomum como possas pensar … Aliás, eu já o fiz e tu próprio, em algum momento da tua vida já o deves ter feito. O que se passa com essas pessoas é que esse seu desejo cumpre a máxima “Se te assusta é um objetivo grande o suficiente” e por assustar tanto, por meter tanto medo … se calhar mais vale acreditar que eu não quero mesmo isto, que não é realmente importante, que até estou bem assim ou que eu não tenho capacidade para tanto. Enfim, os argumentos são infinitos.

Como por vezes, e principalmente quando fazem o processo sozinhas, as coisas não correm bem logo à primeira, ou surgem as primeiras dificuldades ou barreiras, ou então deparam-se com a possibilidade de ter de mudar muitas outras coisas na sua vida … algumas pessoas preferem colocar em causa a sua paixão, o seu sonho, o seu objetivo do que colocar em causa a sua determinação para tomar algumas decisões difíceis, ou fazer algumas mudanças colossais. Ou seja, preferem dizer “Eu não quero realmente isto”, do que dizer “Eu não estou disposto a fazer o que é preciso para isto acontecer”. Algumas pessoas, por isso, procuram-me para que lhes faça uma Anti-Validação, ou seja, lhes dê uma autorização qualquer para desistirem do seu sonho.

Obviamente que isso nunca acontece 🙂

Como costumo dizer aos meus clientes “Não estou cá para lhe facilitar a vida” 🙂

Estou lá para lhes dizer a verdade. Primeiro que tudo, não é o meu papel dizer o que está certo ou errado para eles. O meu papel é explorar as possibilidades infinitas de forma personalizada para que consigamos criar o seu trabalho de sonho. Segundo, a minha principal função é dizer-lhe a verdade e a verdade é que se quiserem podem … podem tudo.

Claro que no final dessa conversa estão finalmente preparados para tomar algumas decisões conscientes e baseadas na verdade de que às vezes estes objetivos assustam e está tudo certo … É mesmo assim. O que não está certo é enganarmo-nos a nós próprios com falsas premissas como “isto não é o que eu quero”, ou “isto não é para mim”.

Depois da verdade estar em cima da mesa, qualquer decisão está certa … Fazes isso, não fazes isso; avanças, não avanças; concretizas, não concretizas … Tu é que sabes! Tu é que mandas! Não tentes convencer-te do contrário porque sinceramente … toda a gente sabe que …

“Tu já és tudo aquilo que queres ser, só andas a fingir que não és”

Tem uma linda semana 

Jo ♥

 

(Texto escrito no meu perfil de facebook num daqueles momentos de inspiração que me apetece partilhar com o mundo  🙂 )

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *