Como escolher aos 17 anos?

Hoje fui dar uma pequena palestra num evento de uma amiga pelo 5º aniversário do seu negócio.

 

 

Depois da minha intervenção falou uma jovem adolescente que aos 17 anos lançou o seu primeiro livro. Depois da sua apresentação emocionada, que aplaudimos com entusiasmo e admiração, a jovem autora dirigiu-se a mim com uma pergunta, o que me permitiu testemunhar ainda mais o seu caráter proativo.

“Joana, adoro artes e adoro letras e agora que tenho de escolher uma licenciatura não sei o que fazer. Eu não sei se no futuro vou querer dedicar-me a escrever ou se vou querer dedicar-me às artes. O que é que tu achas?”

 

 

 

Pensei durante um segundo e respondi:

”Há uma coisa que tens de saber já … é que é possível que o curso que vais tirar seja completamente irrelevante para a tua vida no futuro”.

Ela olhou para mim com o sobrolho franzido e perguntou “Como assim?”
.

“Eu sei que tens 17 anos e que agora te parece que esta é uma decisão definitiva e que vai determinar o resto da tua vida, mas a verdade é que não é bem assim. Se tiveres de tomar uma decisão agora sobre o curso que vais tirar então escolhe o curso que sabes que vais realmente desfrutar ao longo dos próximos 3 ou 4 anos, porque se esse curso vai ser importante para ti no futuro ou não, não sabemos. O que sabemos é aquilo que queres hoje, aquilo que gostas hoje, por isso estuda aquilo que te apetece hoje. Depois o que vais querer fazer no futuro depende em muito pouco daquilo que estudaste. A vida é muito longa e se Deus quiser ainda vais viver mais 80 anos, por isso seria uma violência que esta decisão aos 17 anos definisse o resto da tua vida. Podes fazê-lo, mas não é estritamente necessário que assim seja. Por isso, para já, a minha sugestão é que tires um curso que sabes que vais curtir mesmo.

Sorridente respondeu-me “Ah! Já percebi! Agora escolho o curso que vou gostar mais e depois espero para ver o que a vida me vai trazer”.

Confirmei acrescentando “Agora escolhes o curso que vais gostar mais e depois não esperas para ver o que vida te vai trazer. Vais lá buscar o que queres da vida.”


Ela sorriu e entregou-me um exemplar orgulhosamente autografado do seu livro que fiz questão de comprar.

Foi um bom momento e senti-me uma anciã 🙂

Para ti que já tens 28, 35 ou 52 nunca é tarde para começar de novo. Por isso, faz aquilo que te apetece!!!! Não há mesmo como errar.

Eu vou dar uma espreitadela no meu novo livro.

Tem uma linda noite 🙂

Jo ♥

 

(Texto escrito no meu perfil de facebook num daqueles momentos de inspiração que me apetece partilhar com o mundo  )

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *