O poder das Saudades …

O poder das Saudades …

Há mesmo algo de poderoso nas saudades.

Se já não experiencias saudades há muito tempo, então recomendo que comeces a procurar senti-las. Saudades das tuas pessoas, saudades dos teus locais preferidos, saudades daquelas comidas, saudades dos teus animais de estimação, saudades do que te faz feliz. O poder das saudades é o que te faz sentir apaixonado pela pessoa que amas e olhá-la, tocá-la, aprecia-lá como se fosse a primeira vez.
É o que te faz olhar para as pessoas que sabes te vão deixar em breve com uma atenção especial. Como se quisesses que elas durassem para sempre, como se não conseguisses amá-las o suficiente para que a imagem delas dentro de ti nunca mais desaparecesse.

É o que te faz saborear cada pormenor, cada brilho, cada curva da paisagem que te fez reencontrar a parte de ti que estava partida.
As saudades que tens e as saudades que sabes que vais ter em breve trazem vida aos teus sentimentos adormecidos, à tua indiferença inconsciente.
E como dói. Talvez por isso as evitemos ao máximo. Mas ao mesmo tempo … ao mesmo tempo que dói, aquece o coração. Que sensação de estar vivo!
Acho que este é um dos verdadeiros mistérios da vida. Este paradoxo constante, esta linha tênue ou, melhor, esta mistura mágica, poderosa, criadora, inspiradora e até e artística entre a dor e a beleza.

“É melhor ser alegre que ser triste
Alegria é a melhor coisa que existe
É assim como a luz no coração
Mas para fazer um Samba com beleza
É preciso um bocado de tristeza
É preciso um bocado de tristeza
Se não, não se faz um Samba não.” Vinicius de Moraes.

Tem um lindo dia
Jo ♥

 

Photo tirada no Boom Festival, Idanha-a-Nova, Portugal