35 aprendizagens em 35 anos

35 aprendizagens em 35 anos

Prestes a fazer anos decidi fazer a lista das 35 aprendizagens mais importantes que eu fiz nos meus 35 anos. Claro que apesar de muitas destas aprendizagem já estarem encaixadas na minha cabeça, outras ainda estão a caminho disso. De certeza que houve mais e algumas parecem contradizer-se mas acho o ser humano é assim mesmo.

Aqui vai:

1. Eu não sou perfeita. Cara de surpreendida!!!! Lol!  Mesmo que estejas a fazer tudo certo. Mesmo que estejas a fazer bem a tudo e a todos. Mesmo assim. Não és perfeita. Sorry about that!

2. Nada te vai trazer felicidade porque não existe tal coisa. Vai sempre haver fases espetaculares e fases bem chatas. E os teus resultados não têm nada a ver com isso. Resultados são resultados. Emoções são emoções. E a felicidade é apenas isso, uma emoção. À vezes vem, às vezes vai.

3. Tu não consegues tudo. Às vezes é preciso saberes quando desistir. Isso é sinal de humildade. Sê menos casmurra.

4. Coloca-te em causa. Eu sei que nem sempre consegues tudo. Mas o melhor caminho é o da auto-responsabilização. Por isso, na dúvida, és tu que tens de mudar, fazer, ser. Nada nem ninguém tem essa responsabilidade. Só tu. Os teus resultados são da tua responsabilidade.

5. Ninguém é assim tão espetacular como possa parecer, we are all the same. Por muito sucesso que alguém tenha, people are just people with all the same issues.

6. Se queres estar em primeiro lugar é bom que acabes a corrida destacada. Não deixes dúvidas sobre quem é a número 1. És tu.

7. Não podes dar o mesmo grande significado a tudo, ao mesmo tempo, sempre. Há coisas para às quais tens de aprender a dizer “que se lixe”.

8. Se te afeta é sobre ti. Ninguém te consegue fazer sentir nada. Todas as tuas emoções são resultado da tua interpretação das situações. Claro que podes ser empática e sentir coisas, mas não culpes os outros pelo que tu sentes. Resolve os teus temas e as emoções eventualmente irão mudar. Ou então remove-te desse tipo de situações. Não tentes mudar os outros para ficares bem. Isso é uma receita para o fracasso.

9. We are all alone. Acompanhados por vezes, é certo. Mas sós. Sós nas nossas decisões. Sós nas nossas emoções. Sós na grande ordem das coisas.

10. Your boundaries are your business. Não é responsabilidade dos outros perceberem os teus limites. É tua responsabilidade comunicá-los e, se for caso disso, impô-los. Custe o que custar. Doa a quem doer.

11. Faz o que te apetece. Na dúvida, faz o que te apetece e o que farias se não houvesse regras, nem supostos, nem obrigações. Tu és livre.

12. Segurança e liberdade são um paradoxo a ser integrado. Chega a um ponto em que não consegues ter mais segurança se não fores buscar um bocadinho de liberdade. E chega um ponto que não consegues mais liberdade se não fores buscar um bocadinho de segurança.

13. Passa tempo sozinha para a tua sanidade. You need this! You need it bad!!! Quando tudo começa a colapsar lembra-te … just take some time alone.

14. Antes de Teres tens de Ser. Em tudo. Queres um namorado apaixonado, tens de ser uma pessoa apaixonada. Queres um trabalho divertido, tens de ser uma pessoa divertida. Queres ajudar outras pessoas a terem sucesso, tens de ser uma pessoa com sucesso. Ponto.

15. Não há atalhos, just do the work. Não há caminhos mais fáceis para os mesmo resultados. Se queres resultados espetaculares tens de sangrar dos dedos. Se queres ter aquilo que desejas prepara-te para abdicares de muita coisa. Trabalha.

16. Preferes demorar mais mas fazer à tua maneira do que subir rápido à boleia com outros. Podes modelar e saber a opinião mas não és do tipo que sobe porque apanha boleia da cauda de um cometa. És do tipo de constrói aquilo que quer. Constrói as coisas à Jo. Passo a passo. Consistentemente. E isso às vezes cansa. Mas compensa.

17. People are just busy they are not ignoring you or not loving you. Quando achares que não te estão a valorizar o suficiente, valoriza-te a ti mesma. As pessoas têm mais do que fazer do que andar a pensar naquilo que tu precisas. Elas têm as suas próprias vidas. Os seus próprios dramas. Isso não quer dizer que não te amam. Quer dizer que estão ocupadas.

18. All insights don’t have to be eternal. O que percebes hoje pode estar obsoleto amanhã. O que acreditas hoje pode ser desmentido amanhã. Não é such a big deal. É a vida.

19. Eu não sei nada. Ui! Não sei mesmo. Já fui desmentida tantas vezes por mim mesma. Vem na sequência da aprendizagem anterior.

20. Some things are right and some things are just wrong. Não há muito por onde fugir. Tu sabes a verdade. Há coisas que simplesmente não estão certas, mesmo que te tentes convencer do contrário. E há coisas que estão certas por muito que te custe acreditar ou agir em conformidade.

21. Não coloques a responsabilidade numa pessoa em ser tudo para ti. As pessoas da tua vida não podem ser tudo. Há pessoas com quem dá para rir, mas não dá para chorar. Há pessoas com quem dá para pensar, mas não dá para sentir. There’s nothing wrong with them. Cria a rede de que precisas e recorre a cada pessoa de acordo com o que precisas a cada momento.

22. If someone does a bad thing that doesn’t mean that she/he is a bad person. Não sejas radical. Não elimines pessoas da tua vida só porque elas meteram o pé na poça contigo uma vez. Toda a gente comete erros, tu incluída.

23. No one is out there to get you, no one is even thinking about you, you’re not that important, get over yourself. Esta já é antiga  o mundo é um lugar seguro, não tens de te estar sempre a proteger dos outros. A maioria das pessoas são boas e generosas se lhes dermos uma oportunidade para tal.

24. Não tem de ser tudo já, nem tudo ou nada. Há zonas cinzentas. Respira. Mais uma vez, sê menos casmurra.

25. Questiona. Não leves tudo à letra. Não sejas tão literal. Aquilo que ouves pode nem sempre ser verdade. Está na hora de começares a colocar em causa algumas crenças antigas, mesmo que sejam boas crenças. Bora variar?

26. Arrogância nem sempre é mau. Se os outros não lidam bem com isso, é porque não são o teu público. Humildade nem sempre é bom. Muitas vezes confunde-se com falta de auto-confiança.

27. Tu sabes. Xiuuuuuuu. Cala-te e ouve. Tu sabes a resposta.

28. Só porque “toda a gente” faz assim, isso não quer dizer que essa seja a maneira certa para ti. Definitely!!! Se assim fosse ainda hoje estavas no trânsito da A5 todos os dias às 8h da manhã.

29. You’re doing generally fine. Relax. Não há mais nenhum sítio onde precises mesmo, mesmo, mesmo de chegar. Enjoy what you already have.

30. Maybe you can dream higher. Se o consegues imaginar então é possível para ti. Ousa um pouco mais.

31. Ronha é fundamental!!!!!! Vai ao supermercado, enche o carrinho de comfort food, desliga o telemóvel, veste o pijama e não saias do sofá até te doer o corpo. É terapia!!!

32. A maneira como tratamos os animais e o ambiente é algo fundamental. Ninguém precisa de comer carne todos os dias. Really!!!! Tem mais consciência coletiva.

33. O dinheiro é uma coisa boa. Estamos sempre a vender. Vender é uma arte. Aprende-a. Ela vai levar-te longe. Principalmente porque a tua concorrência está cheia de complexos sobre este tema. Aproveita!

34. A vida não pode ser sempre cada vez melhor, cada vez mais, cada vez mais para cima. Há momentos em que o melhor é ter menos, ser menos, fazer menos. Tem de haver lugar para a felicidade e tem de haver lugar para a tristeza e para a melancolia. Cada uma no seu timing e com os seus benefícios.

35. Não vai correr tudo bem. Lamento. Mas garanto-te que vais saber lidar com cada situação a seu tempo. Tem paciência contigo.

Espero que tenhas gostado. Eu adorei este exercício. Tem uma linda noite

Jo 💙🌎😃🐞

 

Photo tirada em Mission Beach, Los Angeles, EUA