Por favor, não estragues a minha Neura com a tua positividade

Por favor, não estragues a minha Neura com a tua positividade

Não estou à procura de uma solução, não quero que me salves, não preciso de nenhuma ajuda em particular, nem de uma interpretação brilhante do que se passa, só preciso mesmo que estejas aí, calado e que me oiças. Só preciso mesmo do teu apoio.

Poucas são as pessoas com quem partilho assuntos da minha vida pessoal. Contam-se pelos dedos de 1 mão e se calhar sobram dedos. Não estou a falar de partilhar isto ou aquilo que aconteceu num destes dias. Estou a falar de partilhar realmente as minhas reflexões, as minhas dúvidas, inseguranças e vulnerabilizar-me. E isso não acontece só porque prefiro manter certas questões privadas, mas principalmente porque é muito difícil encontrar alguém que realmente oiça o que lhes estamos a dizer e nos aceite como somos, só isso, ouvir e aceitar. Talvez por isso seja tão difícil fazer BONS amigos. Principalmente quando estamos a falar de uma pessoa com uma carreira como a minha. As pessoas esperam de ti que sejas imune às neuras ☺ não percebem que às vezes uma boa neura faz falta ☺.

Eu sei que estás a ler isto e provavelmente a pensar “Pois é! As pessoas não me sabem ouvir”, mas é bem possível que tu também sejas uma dessas pessoas. Lamento ser tão direta!

É que, sabes, apoiar o outro é realmente estar atento de forma incondicional à pessoa que está à tua frente, às palavras que usa, à sua fisionomia e ao que está à procura naquele momento.

Apoiar não é o mesmo que resignificar.

Apoiar não é o mesmo que tentar resolver ou arranjar soluções.

Apoiar não é o mesmo que disparar um conjunto de frases positivas.

Apoiar não é o mesmo que exigir que o outro se ponha bem.

Apoiar não é o mesmo que aproveitar ansiosamente o primeiro pequeno silêncio para começar a falar.

Apoiar não é dizer uma piada para aliviar o ambiente.

Sabes, é que às vezes só o simples facto de me sentir ouvida, aceite, amada mesmo não estando no meu melhor, é tudo o que preciso. Muitos de nós somos assim, mas poucos conseguimos estar do lado de quem só apoia incondicionalmente.

Há poucas coisas mais valiosas do que ouvir alguém em quem confiei para abrir o meu coração dizer apenas uma pequena frase como:

“Bolas, foi chato isso, né?”

”Opah! Que Merda!”

“Oh fofinha, lamento muito.”

”Estás triste e tens razões para isso.”

“Claro que estás a chorar, é normal e não tem mal nenhum, chora à vontade.”

”Eu estou aqui para ti.”

Acredito mesmo que este é um dos pontos centrais nos relacionamentos felizes, nas verdadeiras amizades e no trabalho dos bons terapeutas e coaches, a capacidade de ouvir, aceitar e estar lá para o outro de forma incondicional.

Eu sei que esta neura tem um motivo, só não me apetece perceber já qual é. Por isso, não estragues a minha neura com a tua positividade, I just need coffee.

Tem um lindo fim de semana.
Jo ♥