O que é sucesso no Amor?

O que é sucesso no Amor?

Nos últimos meses, tenho pensado bastante sobre o qual o significado de sucesso na área do amor… Nada como um “insucesso” para te pôr a mudar de paradigma em relação a muitas coisas.

A concepção generalizada é a de que sucesso na área do romance significa escolher uma pessoa e ficar com ela “Até que a morte nos separe…”. Eu própria, durante muito tempo, também me deixei levar por mais esse “suposto”. Durante muitos anos considerei que esse seria o objetivo a atingir e que qualquer coisa fora dessa possibilidade corresponderia apenas a tentativas frustradas de atingir isso mesmo “Um amor que dura para sempre”.

Não estou a dizer que desejar o “Felizes para sempre…” seja uma coisa má ou que já não o deseje, aliás deve ser maravilhoso <3 … quero dizer apenas que existem muitas outras possibilidades. Que também elas são lindas possibilidade de sucesso no amor e que não devem ser desvalorizadas ou colocadas de parte.

Quero dizer que sucesso no romance TAMBÉM é “O felizes para sempre”, mas não é APENAS “O felizes para sempre”.

É isso, este post é sobre essas possibilidades. As possibilidades que não limitam a nossa percepção de sucesso apenas a um tipo de final feliz…

Depois de muito refletir cheguei à conclusão evidente de que é completamente redutor limitarmos o sucesso numa determinada área a uma única opção. Decidi fazer o paralelismo para a área profissional que é aquela em que desenvolvo a maior parte do meu trabalho como Coach … “Será que ter o mesmo trabalho para o resto da vida, mesmo que feliz e realizado, é a única opção para nos considerarmos pessoas de sucesso na área profissional?” Claro que não! Aliás isso é absolutamente ridículo. As opções são praticamente infinitas ou, pelo menos, tantas quanto o número de pessoas que existem neste mundo. A definição de sucesso no romance varia tanto de pessoa para pessoa, quanto os atributos que mais nos atraem no nosso parceiro ideal. E ainda bem 🙂 Imaginem só o que seria se gostássemos todos de “George Clooney’s” … o que seria dos “Brad Pitt’s” 🙂

O que quero dizer é que limitar o sucesso nesta área ao número de meses, anos ou décadas com que estás com uma pessoa numa relação romântica é também, só por si, muito pouco romântico. Isso seria como rotular todas as pessoas que já saíram de relações (a maioria de nós portanto) como casos falhados. Portanto, se não limitamos o sucesso a uma única opção noutras áreas de vida, porque é que o fazemos na área do amor.

Será que o sucesso na área do romance não poderia ser medido em qualidade em vez de quantidade?

Será que ter sucesso no amor não poderia ser medido pela forma como amas e és amado, mesmo que isso tenha acontecido no passado e que a relação (que é uma coisa muito diferente de romance) já não exista? Será que ter sucesso no amor não pode significar continuares a amar alguém, mesmo que já não faça sentido estarem juntos como casal e que os vossos caminhos se tenham separado? Será que podes considerar que tens sucesso porque te entregas completamente a outro ser e tornas cada momento eterno independentemente do tempo que passar. Será que amares alguém o suficiente para lhe permitires seguir outro caminho que não é ao teu lado, também não te caracteriza como uma pessoa de sucesso no amor? Será que decidires que não podes amar apenas uma pessoa e que queres amar livremente te torna um insucesso? Será?

Gostava que te perguntasses…

Já amaste tanto que sentiste o teu peito cheio como se fosse explodir?
Já amaste tanto que foste capaz de abdicar por amor?
Já amaste tanto que choraste de saudades e contaste os dias para sentires novamente aquele cheiro, aquele toque, aquele beijo?
Já amaste tanto que achaste piada aos pequenos defeitos mais irritantes?
Já amaste tanto que levaste as mãos ao céu e agradeceste a sorte que tens por teres conhecido amor assim?
Já amaste tanto que ficas genuinamente feliz quando vês essa pessoa crescer? Já amaste tanto que quando ela cresce tu queres que ela voe, mesmo que isso signifique que tu vais ficar em terra?
Já amaste tanto que deste por ti a sorrir sozinho, sem nenhuma “razão aparente”?
Já amaste tanto que soubeste que nesse dia podia ser o teu ultimo dia e estava tudo bem, porque já tinhas amado?
Já amaste tanto, tanto, tanto, tanto e sentiste que em cada momento ias ser “Feliz para sempre”?

Se já amaste assim tanto … então deixa-me que te diga … no que me diz respeito já és um caso de sucesso independentemente do lugar onde estás hoje na tua vida.

Parabéns mesmo, mesmo mesmo! E Obrigada por amares tanto, graças a ti, acredito que o mundo está a ficar um lugar melhor.

Tem uma linda noite e … vemo-nos por aí, num Happy Ending qualquer 🙂

Jo 

 

Photo by: Hugo Macedo